Fidelidade e abstinência para prevenir a SIDA

“Tens de pagar para tirar fotografias”, disse-me um dos tipos que estava sentado no banco de rua. Fingi que não o ouvi. “Ó branca, tens de pagar!” “Tenho de pagar, porquê? O cartaz  é público…” “Se tiras a fotografia roubo-te a máquina”.

Vi logo que era só latim. Até agora, tanto eu como a máquina estamos bem, obrigada. No cartaz, gosto de muitas coisas, especialmente do abraço caloroso a apelar à abstinência.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s