Só me apetece é ganir…

Fui ao costureiro levantar a minha roupa já com três dias de atraso. O vestido custou a passar a cabeça, o fecho lateral não apertou e na zona da anca encaixavam lá duas avantajadas como a minha. As calças pretas – cujo modelo era só copiar – batiam a meia canela e os seus elásticos (brancos que é para ninguém duvidar que ali havia mesmo elástico) estavam tão apertados que em poucos segundos fiquei logo com a pele rugosa. Ah, e as calças azuis competiam com a vestimenta do Batatoon, tão largas, mas tão largas, que quando as vesti parecia uma palhacinha ainda mais anafada e baixa.

Sinto-me defraudada, acordei toda contente porque ia ter roupa nova e depois isto. Voltei logo lá a mandar vir, o costureiro disse-me que ia ficar tudo impecável porque como é para mim queria fazer um bom trabalho. Apeteceu-me manda-lo ir comer favas, mas contive-me, sorri e disse: “Estou mesmo triste, nada encaixa em mim… Prefiro que leve mais tempo a fazer e venha tudo bem.” “Está bem, está bem, então venha hoje às 7 da tarde, ok?”

Das cinco peças que encomendei, ainda só estavam prontas três, e só me pergunto como é que aquela alminha vai numa tarde fazer mais um vestido, umas calças e ainda amanhar tudo o que voltou para trás.

Não vai claro, e eu já perdi a esperança de ter roupa sem ser a de ir ao forno até Janeiro.  Raios partam, sei que este corpo cheio de curvas e contra-curvas não é o mais fácil do mundo para vestir, mas todos os tiros completamente ao lado? Todinhos? Estou mesmo danada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s