Bora comprar os óculos ao Erivan?

O Erivan é filho do meu amigo Benvindo. Tem dez anos, nasceu com estrabismo e nunca viu bem. Agora está pior. Chega a casa a chorar porque não vê o que a professora escreve no quadro como os outros meninos. Só consegue aprender alguma coisa quando os colegas o deixam pôr o seu caderno em cima dos olhos para poder copiar. O pai, o Benvindo, pertence àqueles poucos guineenses que completou o Secundário e tem um curso técnico. “Sou pobre mas até tenho um bom emprego e faço tudo pelo meu miúdo”, contou-me. Ter um bom emprego significa trabalhar numa ONG e sustentar a família com cerca de 150 euros por mês (os tais milagres da sobrevivência guineense que ninguém consegue explicar).

O Benvindo já fez de tudo para pôr os olhos do filho “direitos”. Até conseguiu uma junta médica com parecer positivo para ser visto em Portugal, pelos “melhores médicos”. Mas, diz, a papelada do seu pedido há-de estar perdida no consulado da Guiné em Lisboa e nunca mais ninguém o chamou. Nunca soube exactamente o que tinha o filho, só que tinha “os olhos tortos”. Até que uns médicos “especialistas”  vieram não sabe bem donde dar consultas gratuitas perto da sua casa e lhe passaram uma receita.

Receitas óculos

“Acho que é aqui que está o milagre para o meu filho poder aprender na escola. Não sabe a sensação que é… Decidi ter só um filho para poder ser mais do que eu e agora isto. Pago-lhe uma escola privada porque são as únicas que funcionam  e ele não consegue ver o que lhe ensinam. Aqui na Guiné não conseguimos os óculos, tem mesmo de ser em Portugal e não conheço lá ninguém”.

A história é esta e eu queria pedir a vossa ajuda. Falei com os meus pais que, com a receita do Erivan, pediram um orçamento para os óculos e as lentes. As armações mais baratas, com as lentes mais baratas, custam 160 euros. Significa que o Erivan ficaria a ver bem, o que já seria óptimo, mas teria de usar daquelas lentes fundo de garrafa que ninguém deseja para um filho. Estimo que as armações com umas lentes reduzidas e inquebráveis devam rondar os 300 euros (aguardo novo orçamento). Mais ou menos o número de visitantes que este blogue tem por dia. Ou seja, se cada um dos meus leitores der um euro, temos óculos para o cachopo.

Nunca fiz nenhum pedido destes. Nem sei exactamente a melhor forma de o fazer. Decidi-me por esta: quem estiver interessado em ajudar, pode enviar um email para sofiapalmarodrigues@gmail.com com o valor que quer dar. Quando completarmos o preço dos óculos, responderei individualmente com o número da conta para a qual podem fazer a transferência do valor por vocês mencionado.

Quando tiver o montante necessário, encomendo os óculos, peço para os enviarem para a Guiné e tiro uma foto ao Erivan. Parece-vos bem?

One thought on “Bora comprar os óculos ao Erivan?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s