Notícias de uma desnaturada

Já ando para cá vir há pelo menos duas semanas, mas não é hoje é amanhã e por um pouco nunca mais era. Todos os dias oiço histórias, descubro coisas, conheço projectos que me levam a pensar no pelele, que me enchem de vontade de vir para aqui divagar (actividade na qual sou um verdadeiro ás). Mas depois penso que a vida dos velhotes que sobem comigo o Elevador da Bica, que a árvore participativa do Príncipe Real ou os segredos que me vieram contar sobre uma aldeia lá nos confins de Portugal não têm nada a ver com a Guiné.

Deixei de aqui vir porque a minha vida em Lisboa não tem nada a ver com Bissau e o pelele é tal e qual as mangueiras guineenses: até pode ser regado noutras terras mas em solo tropical tem logo outro sabor.

Não venho dizer adeus, é mais um até já. E não é daqueles que quer dizer nunca mais, é um até já convicto de que vou voltar à Guiné-Bissau, e nessa altura venho logo aqui contar-vos as novidades. É isto e, sendo isto, não deixa de custar um bocadinho. Vou ter saudades de ter um poiso só meu onde posso mandar as larachas que quiser.IMG_5980

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s